Bitcoin: especialista responde a dúvidas e explica características da criptomoeda

Bitcoin: especialista responde a dúvidas e explica características da criptomoeda

Bitcoin: especialista responde a dúvidas e explica características da criptomoeda

Crise forçou a importância de empreender e o meio digital foi um dos campos mais férteis

Por: Portal ORM3 de Julho de 2018 às 20:02
 
A crise que atingiu o país oportunizou empreender. Se não apostando em novos negócios, o brasileiro passou a investir onde o mercado abriu indicativos de rentabilidade. Uma dessas alternativas aconteceu com o surgimento das criptomoedas como o bitcoin, que acabou se tornando um atrativo para quem tem afinidade com mercado financeiro e tecnologia.

Só que esse mercado ainda é um mistério para muita gente, sobretudo pelas oscilações de preços, entre outras peculiaridades. Para tirar algumas dúvidas sobre bitcoins, o mestre em direito internacional pela Universidade da Califórnia, Antônio Bernardes, esclarece sobre riscos, fraudes e dá conselhos para quem quer aplicar as economias.

O Bitcoin pode ser considerado uma moeda completa?

Não. O Bitcoin, assim como outras criptomoedas, não tem lastro e nenhum valor intrinseco. É o que podemos chamar de moedas fiduciárias em contraste com moedas baseadas em notas. Como moedas digitais, portanto, elas não têm valor intrínseco e derivam seu valor na troca ou numa crença de valor, nada garantindo que o valor para o qual ela foi comprada, seja efetivamente o que ela vale. Por fim, seu curso não é obrigatório e pode ser recusado.

A natureza jurídica do Bitcoin ainda é fruto de enorme debate, mundo afora, até mesmo se ela seria valor mobiliário. De certo mesmo que ela vem sendo utilizada como forma de transferir recursos financeiros sem a intermediação de instituições financeiras e sem intervenção do governo dos países, com forte ênfase nas transações internacionais e como investimento especulativo.

Que tipos de riscos estão envolvidos para quem investe em Bitcoin?

Eles são variados. Primeiramente, na própria orientação de gerenciamento dos Bitcoins como investimento especulativo, considerando que se trata de um ativo virtual bastante volátil. Em segundo, os riscos de fraudes por corretoras de Bitcoin e especialmente a atratividade neste mercado de promotores de esquemas de investimento de alto risco. Terceiro, medidas efetivas por parte de vários governos quanto a proibição do investimento ou circulação das cripto moedas, o que afetaria o se valor no mercado.

Por outro lado, existem relatos nos Estados Unidos, onde o mercado de aplicação já é bastante desenvolvido, de pessoas que perderam Bitcoins devido a violação de segurança de seus computadores e dispositivos móveis; amostra global relata ter havido perda de Bitcoins em programas de investimento de alto rendimento e esquemas de pirâmide; hackeamento de carteiras de Bitcoins on line; até um bug acidental na formação dos blocos que agregam os Bitcoins pode acontecer.

Existe risco de fraude e de perda dos meus investimentos em Bitcoins?

O Bitcoin em si é seguro, mas quem adquirir Bitcoins pode perdê-los por problemas tecnológicos e em razão dos riscos que já mencionei.

Quais conselhos você dá para quem decide investir em Bitcoin?

Tomar cuidados com gerenciamento dos bitcoins, buscando sempre realizar backups quanto às chaves, armazenando-o em locais seguros, além de dividir a guarda em locais diferentes. Buscar informações adicionais sobre a experiência de quem está operando com os bitcoins e, eventualmente, se houver armazenamento em carteiras na web, buscar maiores informações sobre os mecanismos de proteção, inclusive tecnológica que elas fornecem.

Bitcoin, criptomoeda, empreender,

Antônio Bernardes

Publicado por Antônio Bernardes

- Advogado





Baixe Nosso E-book!

Sobre a Empresa

Pautado por um posicionamento de vanguarda e inovação, e alicerçado no objetivo único de construir uma sociedade mais próspera, justa e igualitária.

Trabalhe Conosco
TRABALHE CONOSCO

FAÇA PARTE DO NOSSO TIME!

ENTRAR EM CONTATO